26.8.11

a verdade dos instantes sem sombra




contemplava as maçãs ainda verdes
sorridentes em cachos de esperança

e o gosto que escorria dos teus olhos 
como mel
a inebriar-me os sentidos
na doçura demorada da pele a despertar

é sempre cedo
e orvalhado de odores matutinos
o prematuro madrugar dos pomares
onde pernoitam as rosas
a alfazema e o alecrim

as crianças mergulhavam na fantasia dos carreiros
gargalhando a liberdade com euforia

o tempo detém-se
paralisado

na torrente dos segundos
que vibram nos silvos do vento
oiço a perfeição

sim.a perfeição existe

nas maçãs ainda verdes de agosto
nas maçãs já maduras de setembro
nos olhares-mel dos favos ainda quentes
na doçura das manhãs já tardias
no colorido dos pomares com flores
nos carreiros onde se fabrica a fantasia
no brilho dos cabelos ao vento das crianças ocupadas a criar a verdade

a verdade dos instantes sem sombra

arredondados momentos de simplicidade
a serem para sempre guardados no cofre mais seguro da memória

um fecundo útero de Luz 
gestante de toda a felicidade

a perfeição

na breve eternidade dos instantes

Rosário Alves

9 comentários:

Virgínia do Carmo disse...

Há instantes assim, Rosarinho. Tão grandes que parecem sobreviver ao tempo. E às sombras.

Bela e iluminada como sempre, a tua poesia. Já tinha saudades.

Beijinhos grandes e saudades também de ti:)

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=MXJ2Q0F8H80&feature=related

Anónimo disse...

verdes ou maduras.por vezes fora de tempo. mas suculentas, brilhantes, rosadas. Assim somos nós.

xi

Mel de Carvalho disse...

"nos olhares-mel dos favos ainda quentes
na doçura das manhãs já tardias
no colorido dos pomares com flores..."

em todos estes instantes eternizados pelos teus olhos, pela tua alma, reside o que de melhor a vida nos oferece.

sabes da minha admiração, Rosarinho.
saudades de te dar um abraço :)
beijito
Mel

A.S. disse...

Rosário,

Sim. A perfeição existe!


Beijos,
AL

antonio ganhão disse...

Amadurecer na ilusão dos breves instantes da eternidade.

Maria João disse...

Sabes, confirmo essa certeza de que a perfeição existe nas pequenas coisas. Pequenos momentos e sensações em que a beleza se revela, tão pura e cristalina, tão simples e generosa. Sejam os olhos capazes de se deterem no que é, verdadeiramente essencial!

Gostei tanto deste poema...

Um beijinho, Rosário. Espero que esteja tudo bem contigo.

Anónimo disse...

beijo.
http://www.youtube.com/watch?v=X13NafrJElY&feature=player_embedded

emila homem ferreira disse...

Existe em ti ,quando soltas palavras cheias de côr e de sabor.Como estas.